BE FRESH
Esther Rooftop
  • Share :
STORY
image movie

DÉCIMO PRIMEIRO ANDAR, POR FAVOR! 

OLIVIER TRANSFORMOU SEU ANTIGO APARTAMENTO NO CENTRO DE SÃO PAULO NUMA NOVA MANEIRA DE ENXERGAR A CIDADE ATRAVÉS DA GASTRONOMIA.

Olivier viveu na cobertura do prédio durante anos.  A vista arborizada da Praça da República harmoniza com duas construções icônicas: o Edifício Eiffel de Oscar Niemeyer, do início dos anos 50, e a antiga escola Caetano de Campos, inaugurada em 1894.  Em 2016, o chef francês decidiu dividir o que era uma vista particular da cidade com o público ao abrir o restaurante Esther Rooftop.

Nessa mudança, não só a vista foi compartilhada mas também uma cozinha fruto da parceria de Olivier Anquier com o chef Benoît Mathurin. O restaurante serve pratos contemporâneos de culinária francesa com toques orientais. A diversidade de carnes é o carro-chefe do menu, bem como as sobremesas que misturam a influências brasileiras e europeias.

Dica Fresh: “o arroz de frutos do mar, feito a base de um caldo com cabeça de lagostinos, erva cidreira, curry vermelho e finalizado com emulsão Thai” – chef Benoît.

O espaço oferece um salão principal e terraço conectados pelo bar balcão, que, aliás,  é  um ponto alto da experiência no Esther. Drinks clássicos e releituras criativas dão um ar arrojado para a carta de drinks, preparados por mixologistas experientes.  De segunda a quinta-feira uma banda ao vivo de jazz faz a trilha sonora que acompanha os jantares.

A decoração respeita o conceito modernista do Ed. Esther: sofás de couro caramelo e tecido turquesa, mesas de mármore branco, cadeiras e luminárias geométricas. Tudo privilegiando a elegância e, claro, a vista excepcional do décimo primeiro andar. Ir ao Esther, portanto, não é só uma viagem no tempo e nos sabores, mas também uma nova maneira de enxergar a cidade.

Curiosidade Fresh: quando o chef francês Olivier Anquier conheceu o centro de São Paulo, há quase 30 anos, logo se apaixonou pelo Edifício Esther, o primeiro prédio modernista do Brasil.  Localizado na porta do metrô República, a construção de 1983 é uma das obras fundamentais da arquitetura moderna brasileira. Artistas como Di Cavalcanti e Marcelino de Carvalho já moraram no espaço, que possuía uma boate no subsolo e servia de refúgio para intelectuais da alta sociedade no anos 40 e 50.

 

Esther Rooftop

R. Basílio da Gama, 29 — República, São Paulo.

tel.: (11) 3256-1009.

Segunda a sexta, 12h–15h, 18h–23h;

Sábado, 12h–00h;

Domingo, 12h–17h.